sexta-feira, 7 de maio de 2010

A alguém especial...

Pai, de repente me deu uma saudade!
Uma falta sem tamanho, um medo de continuar sem você...
Viver tá até bonito pai! Pena é só o calor de 31 graus em plena tarde de outono. E ontem, as lojas estavam liquidando o verão. Parece que o outono chegou só pra elas... parece que levaram ele de mim. Até tentei respirá-lo no caminho pro trabalho... mas me faltou o ar.
Sabe pai, aqui embaixo o tempo tem passado rápido demais.Às vezes meus dias precisariam ter 48 horas só pra eu conseguir fazer tudo! Sem precisar tomar xícaras de café bem forte, só pra segurar os olhos abertos até as 4 da manhã.
Ando com dificuldade pra dormir...
E hoje acordei tão cedo! E percebi o quanto é bom fazer isso: o céu das manhãs é tão bonito!
Queria te apresentar meus amigos pai, te fazer ouvir minhas músicas, te mostrar meus desenhos e ler pra você o quanto tenho tentado escrever bem.
Hoje eu me lembrei o senhor me dizendo pra me cuidar e não confiar muito nas pessoas pois elas poderiam sempre me magoar e machucar...
Me perdoa pai? Eu andei confiando demais... mesmo sabendo da dor, eu deixei que as pessoas me magoassem. E às vezes me dá uma vontade de chorar! Mas aí eu respiro fundo, engulo o choro, ergo a cabeça e vou embora, pra frente, sempre com um dos pés refém do que passou.
Eu tô gostando bastante da faculdade, do curso e de fotografia. Estou registrando tudo! as cores tem feito parte demais da minha vida.
E a mãe tá bem pai! Dizem que ela parou de chorar...
Irmã também tá feliz... a gente se falou ontem por telefone.

Pai... você faz uma falta imensa aqui.
Pricipalmente quando eu preciso de um abraço ou de uma mão pra atravessar a rua ou de um coração pra guiar o meu.
Mas eu vou conseguir continuar, afinal, já são dez anos, três meses e vinte e um dias caminhando sem você né.

Se cuida onde estiver pai.
Sei que o céu deve ser mais bonito ainda daí de cima.
E se alguma vez eu esqueci de dizer, é porque eu era muito pequena quando o tempo te levou de mim, mas saiba que eu te amei tanto!
E amo, hoje, muito mais... mais até do que eu pensei que um dia pudesse existir amor...

6 comentários:

Natália Oliveira disse...

lindo texto, eu num vou escrever nada pq nem tem o que falar. mas foi lindo o que vc escreveu.

Ana Caroline disse...

Nossa, não tem um comentário qeu chegue perto da sua postagem. Me emocionou muito muito mesmo.
Mas pode ter certeza que EU vou estar do seu lado sempre, te dando um ombro amigo, a mão para atravessar a rua.. Grão meu coração está com você.

Ana Caroline disse...

Se alguém te magoar, me dê o endereço e me mostre quem é essa pessoa que eu pego ela.. Pode ter certeza. Duvida?

Ana Caroline disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
B. disse...

...

Danielle disse...

Esse foi um dos que mais me emocionou, é de uma sensibilidade que chega a doer de tão profundo que vai...
Muito obrigado por escrever textos tão lindos!!!

Beijos, Dani