sábado, 31 de outubro de 2009

É assim?

... sim!!!!Sentindo falta...
Aí descobri que a dor dos últimos dias é essa: falta.
Falta das coisas lá de casa, falta das coisas que já vivi.
Nem é saudade: é falta mesmo.
Saudade também dói, mas falta é que nem pedaço rancado de dentro: só cicatriza quando se vive a presença das coisas que faltam.
Viver a presença das coisas que faltam... como gostaria que isso fosse possível hoje, último dia de outubro.
O que falta?
Falta tanta coisa!
Mãe, amigos de lá, música de violino, alegrias alegres, o ar das coisas de lá...
Falta as ruas de noite depois do trabalho, falta a praça a noite toda iluminada com as cores dela.
Falta conversas com Ele nas tardes sem trabalho, e essa falta tem doído muito!
Dói porque é ruim não ter notícias de quem se gosta e no fundo: é ruim esquecer...
porque esquecer é mandar metade do passado embora!
esquecer é abandonar tudo aquilo que se quis um dia, como se fosse tudo que se pudesse querer então...
Não sei se quero esquecer... às vezes quero sim e quase consigo.
Mas aí vem alguém falar de saudade, e então venho falar da falta que faz.
E vendo uma foto e ouvindo tantas coisas, a única coisa que desejo como presente de outubro é simplesmente um sinal!
Uma resposta que eu consiga ver. E não que consiga me enganar, como penso que são todas elas algumas vezes.
Aí tem lua no céu... lua que não consigo ver...
E então me lembro de um segredo, e quase compreendo porque só eu não consigo ver...


Adeus outubro. Até ano que vem...

Um comentário:

Bianca disse...

é...falta coisa muita e muito amada mesmo.
pra mim, ainda bem que 2009 ta acabando...ô anozinho triste pra mim...saudade machuca, falta dói e esperar mata a gente aos pouquinhos...