domingo, 11 de abril de 2010

Pequeno

Ela já não sangrava mais por dentro.
Aprendera de pequena a colocar curativo nas feridas.
E ficava só esperando...
Pois um dia elas iriam cicatrizar...

O nome disso era fé.
O nome disso, era a força dela.


2 comentários:

Anônimo disse...

Seus registros são muito bons. Tenho acompanha durante algumas semanas e me identifico com tudo isso. Mais um para o grupo dos que escrevem sobre mim sem me conhecer.

Bianca disse...

pequena grande alma, você.











mas uma grande pessoa e uma enorme amiga =*