segunda-feira, 15 de março de 2010

É teu...

- Trouxe pra você.
- O que é?
- Abra!


Depois de alguns minutos...


- Neste cd estão todas as músicas que escolhi pra você nesses dois anos. No caderno, todos os textos que te escrevi. Nos envelopes, todas as palavras que queria ter dito mas que só consegui escrever. Nessa caixinha menor, do lado direito, estão as fotos que imprimi pra nunca esquecer o seu rosto. Na agenda do lado, seus números de telefone porque apesar de tê-los decorado, quero não precisar deles nunca mais.
- Por que está me dando tudo isso?
- Porque preciso me livrar de você. Isso já está guardado comigo a muito tempo. E toda vez que volto pra casa fico triste quando vejo isso tudo lá. Então, neste último fim de semana resolvi guardar tudo nessa caixa e te devolver. Não é mais meu. É seu agora.
- Por isso você veio aqui?
- Sim. Eu precisava te ver. Não dava pra mandar pelo correio.
- Não sei o que te dizer.
- Não precisa dizer nada. Só ouça as canções.
- Também tenho algo pra você.
- O quê?
- O quadro e todo seu amor por mim. Quero te devolver.
- Não. Fique com tudo. Não preciso de mais nada. Eu só precisei de você o tempo todo. mas agora não tenho mais tempo nenhum...

5 comentários:

Bianca disse...

faço minhas as suas palavras.



dói, mas passa, débs ;*

Taw disse...

eita...

:/

Natália Oliveira disse...

dá pra linkar com meu texto. É bunito e triste ao mesmo tempo.Eu sei o que essas palavras carregadas de emoção querem dizer. Mas as vezes é preciso fazer as malas e não levar nada, apenas partir.

Ana Caroline disse...

.nossA

Belo Horizonte / MG disse...

uhahahhauhauahuhau

fiz basicamente isso com um dvd, e usei basicamente a frase, comprei pra vc antes de tudo acontecer, é seu, não é meu, não posso ficar com isso.