sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Nota ao leitor.

às vezes é assim: tudo enche, tudo cansa, tudo perde um pouco o sentido.
Aí aquelas coisas todas que você tinha planejado um dia, se realizam por metades.
E você se vê perguntando: "por que não por inteiro?" ou "por que isso e não aquilo?".
Não sei se há uma lógica pras coisas, assim como nos problemas matemáticos que sempre tem uma solução.
Hoje a tarde, um amigo veio me dizer que uma amiga dele gostou do As Cores Dela, mas que tem o achado um pouco triste ultimamente.
Eu não soube o que dizer... porque no fundo sei que ela não mentiu.
Então me comprometi em escrever coisas um pouco mais felizes de hoje em diante.
Mas as tristezas sempre estarão por aqui pois elas fazem parte de mim e são inevitáveis.
Talvez esses dias eu esteja cansada mesmo!
Cansada da correría, cansada de algumas pessoas, cansada de esperar sempre por algo que não vem.
Mas eu aprendi a ver coisas boas nos dias...
As manhãs na Teia; os almoços com Ana; as tardes no jornal; o café na padaria com amigos; o tchau do Fidel pelo vidro todas as tardes; a Praça da Liberdade no fim do dia, depois do trabalho com Ana e Nati; as pequenas coisas que são tão necessárias pra me fazer sorrir.
Hoje a noite, e só pra terminar o meu dia de tantas surpresas, duas senhoras sentaram ao meu lado no ponto de ônibus.
Falaram sobre o pai jornalista, sobre a beleza de escrever, sorriram...
E sem que eu falasse de cansaço ou tristeza, uma delas me olhou e disse:
"Está cansada? Ou está triste? Se fôr cansaço, durma bem quando chegar em casa. Se fôr tristeza, espero que passe logo. Mas não fique triste por outras pessoas. Fique triste só por você hoje. E então você vai perceber quantos motivos tem pra ser feliz. E vai sorrir de verdade."
Assim que ela terminou, o ônibus chegou. E eu não esqueci nenhuma palavra que ouvi...
Me despedi num sorriso e arrisquei um 'prazer em conhecer'.
Não sei se voltarei a vê-las em alguma esquina ou outro ponto de ônibus.
Talvez sim, algum dia... quando o coração precisar ouvir novamente certas verdades que fazem olhar pra frente e viver.
Isso não mudou meu cansaço nem meus enganos. Mas como disse o Marcos:
"As vezes é necessário se enganar para tocar a vida
Não dá pra sofrer com tudo que acontece de errado, então fingimos e tocamos o barco, aí chega uma hora que um monte de coisa acumula e brota. Mas é melhor que sofrer sempre".
Me desculpem se As Cores Dela tem andado um pouco triste.
Nos últimos dias acho até que ele ficou meio feliz.
Vai ver... é só questão de tempo.

6 comentários:

Taw disse...

hehehe... sugiro que nenhum problema matemático tenha realmente solução... a não ser que se fuja da matemática alcançando a "fé" e fazendo-a parte da ciência exata, apelidando-a de "axioma"... ehehhe

hum... Einstein e Gödel superficializaram mais essa idéia dizendo que se usava a intuição, o que não deixa de ser verdade... [ah.. claro, como se minha verdade pudesse mesmo ser mais considerada que a deles ahuahauah ehehe.. tá não precisa entender[me]]

xD

:P

http://pt.wikipedia.org/wiki/Teorema_da_incompletude

Taw disse...

hehehe...

http://www.youtube.com/watch?v=2m1QWK8wzYA

dá uma olhada nesse documentário... po... é maneiro... rsrs

xD

:P


:)

Marcela disse...

Oi, eu sou a amiga do seu amigo... Então, segundo a Martha Medeiros, "triste é não sentir nada"... Mas ficar feliz é sempre a melhor opção (quando se tem)... rs
Espero que fique bem e que as suas cores estejam sempre radiantes!!
Adorei seu blog... Sempre passo por aqui...
Beijos
Marcela

Expressão disse...

Nada acontece por acaso
E as vezes as pessoas que nem conhecemos chegam como luzes vibrantes para nosso dia
Os pequenos gestos são os que nos alegram o coração e colocam as cores do arco iris no nosso dia a dia.
As nuvens cinzas surgem, mas logo vão embora.
Passamos por certas fases na vida, mas tudo tem um por que de aprendizado, isso nos eleva, mesmo que este as vezes não seja como gostariamos que fosse.
Abraço no coração seu.
Bjks

Expressão disse...

Nada acontece por acaso
E as vezes as pessoas que nem conhecemos chegam como luzes vibrantes para nosso dia
Os pequenos gestos são os que nos alegram o coração e colocam as cores do arco iris no nosso dia a dia.
As nuvens cinzas surgem, mas logo vão embora.
Passamos por certas fases na vida, mas tudo tem um por que de aprendizado, isso nos eleva, mesmo que este as vezes não seja como gostariamos que fosse.
Abraço no coração seu.
Bjks

B. disse...

incrível como pessoas aleatórias vem e mudam seu dia. aqui tbm tem uns velhinhos desse jeito.

ps-escreva o que vc sente, triste ou alegre...ainda será você e sua forma de ver o mundo ;*