sábado, 16 de janeiro de 2010

Chá das cinco...

- não obrigada. Não gosto muito de chá.
- mas por que? Chá tem tanta cara de verão!
- ah... deve ser por isso então.
- por isso o quê? O verão?
- é. também não gosto muito de verão. Prefiro outono ou inverno...
- Toma um capuccino comigo no inverno?
- Sim! Será um prazer! Mas... posso escolher o dia?
- Claro! O dia que você quiser.
- Ligo pra você no dia que fizer mais frio, bem cedo. Daí você se prepara com calma até as cinco e não precisará correr.
- E que mal tem se eu quase me atrasar e correr?
- Você vai esquentar mais rápido. E estragar o prazer de tomar um capuccino num dia frio.
- E essas razões que você sempre tem...
- Nem é razão. É coração. Tenho um coração no lugar da razão também. Por isso sou tão tonta!
Risos.
- Quer dizer então que agora só te vejo no inverno?
- Não! Aceito suco de goiaba durante todo o verão, se tiver. E no outono, que já está pra chegar, aceito um passeio no Parque todas as tardes de domingo. Pode levar chocolates também se quiser! Pra adoçar...
- Obrigada por trazer leveza aos meus dias.
- Não! Nem tem o que agradecer. Por favor!
- Me esqueci. Desculpe...
- Tem uma sorveteria ali na esquina. Me leva?
- Sim! Agora?
- É. Pra quê esperar pra depois?
- Espera eu pagar meu chá?
- Sim. Mas não demore! Afinal... foi só um chá.


Um comentário:

Ana Caroline disse...

Realmente, preciso muito de você.
Com hora marcada e tudo!
Tomar um cappucino ou chá.
Realmente; preciso muito viver!

Ana Caroline