quinta-feira, 29 de outubro de 2009

O tempo...

 

... o tempo deles é diferente. Por isso nunca se encontram.

Ela tem férias enquanto ele trabalha, ele viaja quando ela chega perto.

Aí eles vivem se perdendo... ela sofrendo, ele esquecendo. Porque essas coisas de amar demais, são mesmo complicadas.

"- Ela ama demais?
  - Acho que só pode amar..."


Aí, vez ou outra o tempo deles se encontra...

assim, como é todo relógio: dois ponteiros só se encontram no 12, duas vezes por dia. O resto, é feito de esperar.
E quando se encontram é tanto pra falar, que o ponteiro sai do 12 num instante! Que não dá nem tempo de perguntar...

Assim tem sido pra ela: dia feito pra esperar...
e ele, insensível que só, por puro gosto nem responde, nem se lembra de avisar.
Ah seu moço... tome logo juízo! Antes que ela trate de com isso tudo acabar.
Não há sofrimento que segure!
Esse desgosto que é esperar...
ou então faz assim:
diga logo que o amor não se transformou... ela vai entender!
Só não finja que não ouve...
Só não finja não saber...

5 comentários:

Raphael disse...

Xuxu vc está muito inspirada, adorei o texto, muito bom mesmo....Como é bom ter te conhecido, melhor ainda é ter você como amiga....BJO do JOTA

João Killer disse...

Talvez ele só esteja esperando os ponteiros se encontrar.

B. disse...

Se você espera, é por que vale a pena. Assistindo a uma reprise de Scrubs vi uma frase que me motiva, de certa forma, a esperar:
"Nada que realmente valha a pena é conseguido sem esforço".
Meio chato, verdade, mas gosto de pensar sobre este ponto de vista.

"Aí eles vivem se perdendo... ela sofrendo, ele esquecendo. Porque essas coisas de amar demais, são mesmo complicadas."

"- Ela ama demais?
- Acho que só pode amar..."

Talvez, como você, gostaria de acertar os ponteiros do tempo e do espaço...mas como não dá, espero aqui sentada...mandando uma carta aqui e acolá.

ps-http://teoriapedestaltica.blogspot.com/


sim, creep até a medula.

B. disse...

orkut, msn, twitter, fotolog e blog...é...#shenerd


meu twitter é este /curi0sa


me adiciona por lá que te mando os outros dados,pode ser?

Tolentino Ferraz disse...

amar, hoje em dia requer paciência e cuidado. posso dizer que amar é para poucos, sim sim sim. tudo influencia nessa duração, o tempo pode os afastar assim como os juntou, a vida segue, segue, a gente que se vire para se encontrar.