terça-feira, 15 de setembro de 2009

Menina [1]


...ela prometeu que irá esquecer. Mas antes, precisa que você a deixe ainda mais triste... já que não tem por ela nem uma gota sequer de amor...
ela não quer ficar magoada com você. Mas está triste pela sua ausência...
E é tanto, que pede ao vento lá de fora, que sopre você do coração dela pra bem longe, e sem saber como voltar...
Onde ela está não há janelas, nem estrelas, nem verão...
Não há certeza, nem esperança, nem razão...
Há uma dor fria, uma espera, um silêncio...
Há planos, sonhos, metades, indecisão...
ela não quer ficar triste com você. Mas não está conseguindo evitar...
então vai sair esta tarde. Vai tentar colher borboletas e procurar rosas.
Vai tentar fazer por ela mesma, tudo que ainda não foi feito já que boa parte do tempo, ela fez tudo por você...
e talvez os sinais estejam claros demais lhe ofuscando os olhos com tanta luz e ela não consiga mais enxergar.
Então peço que suma de uma vez se não quiser vê-la sofrer...
A perda vai doer sim. Mas vai ver e ela já está acostumada com tanta dor...
Ah seu moço... devia ser pecado fazer menina chorar.
devia ser punido quem planta dor no coração da menina arrancando-lhe dos lábios o que ela tem de mais bonito: o sorriso...
Ah seu moço... se ela não perdoar você dessa vez nem vou tentar fazê-la voltar atrás...
e parece que vai chover...
e parece que ela está aprendendo a ver com os próprios olhos.
Chuva e sol? Arco-íris...
Ah seu moço... ela ainda está disposta a ouvir tuas desculpas...










4 comentários:

João Killer disse...

Fico triste com tanto sofrimento. Se as minhas desculpas servi eu digo:
DESCULPA! Gostei muito desse texto.

Débora disse...

A menina fica feliz com tuas desculpas João... hoje ela até acordou melhor. E um pouco mais leve...

ana sandim disse...

enfim, tentativas e eis que consegui.
Sabe o que acho deste texto?
é que todo mundo tem algo a esquecer, todos lutam para isso..
e vc descreveu de forma simples o que mtos queriam..
esse texto cabe em muitos.
adorei.. se cuida.. bom ler vc.

Natália Oliveira disse...

Me vejo tanto nesse texto, as vezes achoq eu eu queria escreve-lo e minah falta de coragem não permitiu então você o fez. Em muito me pareço com essa menina, só que a dos balões não quer desculpas e nem tem porque ela só quer um abraço. É quase isso. Eu gostei mesmo desse texto, coisa de estar encantada com ele.